Não nego

Eu faço o que posso
Também o que gosto
Não sou manso nem santo

Tampouco tolo, mas já fui novo
Ainda não sou velho
Diz o espelho

Às vezes quero descanso
Ou faço um chamego
Se ela pede, eu não nego


Nenhum comentário: